Uso de óleos essenciais para fins terapêuticos

Resumo: Os óleos essenciais são essências provenientes de diferentes partes de plantas. Eles são utilizados, principalmente, na culinária, em produtos para cuidados com a pele e na Aromaterapia. A Aromaterapia é um ramo da Fitoterapia, método que utiliza plantas medicinais para curar algumas doenças e indisposições, como a cefaleia (dor de cabeça) e o estresse. A cefaleia é uma dor bilateral, não agravada quando se pratica exercícios físicos de rotina, de intensidade leve a moderada e com duração entre trinta minutos a uma semana. O estresse é causado por diversos fatores do nosso cotidiano que causam mudanças no nosso psicológico. Pesquisou-se diversas plantas aromáticas acessíveis e que em sua composição possuem algum metabólito secundário com efeito calmante ou analgésico, por exemplo, a lavanda, forte presença do Linalol, um composto sedativo e hortelã; presença do Mentol, um composto analgésico e anestésico. Pensando nisso, o principal objetivo do projeto é desenvolver diferentes produtos naturais para tratar a cefaleia e o estresse, além de testar a eficácia dos produtos desenvolvidos. O método de extração escolhido foi o da hidrodestilação, cujo material vegetal é misturado com a água (destilada), é aquecido, condensado, separado e evaporado, resultando no extrato. Após diversas extrações, concluiu-se que o método escolhido é adequado; , no entanto, a quantia do óleo essencial obtido é ainda insuficiente para que sejam realizados testes a fim de determinar seus efeitos terapêuticos, sendo necessária a realização de mais extrações para se obter mais extrato.
Palavras-chave: aromaterapia
, óleos essenciais
, cefaleia
, estresse

Estudante (s) pesquisador (es)

Brenda Yukie Tiba Yamashita
Série: 1º ano Ensino Médio

Orientadores(as)

Alexandre Macarini Gonçalves